09 agosto 2009

Judiaria de Medelim - Judería de Medelim - Portugal



Até ao séc. XVI, viveu nesta freguesia, uma importante colónia judaica, com o seu lugar de culto: a Sinagoga. Desta comunidade, hoje em dia, resta o nome de rua da Judiaria com as bonitas casas típicas de balcão, muitas delas comunicando interiormente entre si. É um dos pontos obrigatórios e dignos de visita. Medelim, A Aldeia dos Balcões

........................................................................................

Estudiosos dedicados ao assunto falam em cerca de 100.000 o número de judeus que passaram de Castela a Portugal.

De Pinhel a Portalegre toda a região raiana acolheu milhares de judeus em fuga. Com um movimento desta magnitude, certamente outras povoações da Beira começaram a ter judeus. Belmonte, Penamacor, outras… Desde então os “circuitos de homens e bens” estabeleceram-se na Raia.

Aquando do estabelecimento da Inquisição em Portugal, estes mesmos circuitos ajudaram os judeus portugueses no seu êxodo. Penso que Alcântara terá tido nesse contexto um papel ainda por descobrir, e que a judiaria de Medelim foi importante ponto de passagem e comunicação entre a raia estremenha e a região da Serra da Estrela pontos de importantes comunidades hebraicas ibéricas. O Século XVI veio trazer outros desenvolvimentos em relação à população judaica na Beira.

Primeiro o estabelecimento da Inquisição, e no final do século XVI, as peripécias da sucessão pós Alcácer-Quibir

Em 1580, o apoio da comunidade judaica na região a sul da Serra da Estrela, a D. António Prior do Crato, e pretendente ao trono foi significativo ou não fosse o candidato a “Defensor do Reino” filho desta região, que trouxe para a Beira uma esperança em relação ao fim da Inquisição. A derrota de D. António definiu o fim da independência de Portugal e em certo sentido também das comunidades judaicas na região. Nos RP de Medelim, nada surge no que diz respeito a judeus. Processos da Inquisição que refiram pessoas de Medelim são raros, (conheço dois). Da comunidade judaica de Medelim resta a Rua da Judiaria, com as suas casas típicas.

O turismo cultural é uma das apostas da região. Percorrer a Rota das Judiarias é reviver um passado antigo.

Na rota das Judiarias na Península Ibérica cabe certamente esta região da Serra da Estrela (Estrela de David?). Locais como Covilhã, Trancoso, Gouveia, Belmonte e Penamacor são pontos de referência. Medelim, (espelhando a importância da Judiaria de Monsanto), é uma das poucas aldeias da região que tem uma Rua da Judiaria, e poderá ser integrado nessa rota.

No hay comentarios: